"De perto, ninguém é normal. / From up close nobody is normal." (Caetano Veloso)

Tuesday, April 28, 2009

Na lógica Papal

Em tempo: Já que o Papa é contra o uso da camisinha, acho que ele deveria fazer uma visita ao México sem usar a máscara cirúrgica. Muito lógico (na lógica dele)!

Since the Pope is against the use of condoms, I think he should visit Mexico without using the blue surgical mask. Very logical (for his logic)!

Monday, April 27, 2009

A Trabsformação: A relatividade da beleza



Sou obrigada e reproduzir aqui as ótimas observações de Paulo Moreira Leite.
"Muita coisa aconteceu na vida de Susan Boyle depois que seu vídeo foi visto por mais de 100 milhões de pessoas na Internet — sem falar na audiência imensa dos canais de TV de todo o mundo.
Num quesito essencial da vida humana, a aparência, já se pode falar num antes e depois do You Tube em sua vida.
Em vez de exibir os cabelos desgrenhados agora ela mostra um penteado feito com cuidados profissionais.
Também trocou um vestido velho por uma jaqueta de couro e até foi fotografada com um cachecol da Burberrys, uma das grifes mais caras do mundo.
Como sabem as clientes da Daslu e das pontas de estoque do Braz, algumas pequenas coisinhas costumam ter um poder mágico sobre a condição humana.
Mas há algo decisivo — a expressão dela. É o mais importante nas duas fotos acima.
As fotos de antes mostram uma pessoa que não sabia aonde queria chegar. Era o retrato da auto-piedade. Sua deselegância era expressão de um destino derrotado.
Como observa o estudioso Peter Bregman na boa reportagem de Paulo Nogueira publicada na revista Época que está nas bancas, Susan Boyle é “uma Cinderela moderna. Ela é como nós, em toda a nossa esquisita mediocridade e assombrosa grandeza.”
Depois do Youtube, Susan Boyle tornou-se dona da própria imagem. Em breve, dirão que ficou bonita. Vão aparecer estudiosos para falar sobre o discreto charme de mulheres que tem sombrancelhas grossas. Ela será estimulada a fazer uma dieta e fará um treinamento de caras e bocas para os fotógrafos — se é que esse interesse da mídia e do público irão sobreviver ao resultado do concurso de calouros da Inglaterra onde tudo começou.
Duas semanas depois de explodir na Internet, Susan Boyle já nos deu uma lição antiga e duradoura. Ela nos recorda que as aparências enganam e que as noções de feiúra e beleza podem ser muito relativas."

Thursday, April 23, 2009

Bochechas vermelhas

Por que ficamos vermelhos de vergonha?
Segundo o doutor Frans de Waal, professor de comportamento de primatas da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, os seres humanos "são os únicos primatas" que ficam vermelhos, e a teoria da evolução de Charles Darwin não oferece uma resposta que explique o rubor facial das pessoas.

O catedrático americano afirma que ficamos vermelhos em resposta a situações embaraçosas ou quando nos surpreendem dizendo uma mentira, mas ainda não se sabe "o motivo de precisarmos de um sinal tão óbvio para comunicar estes sentimentos".
"Não somos a única espécie capaz de mudar de cor, já que a lula faz isso, da mesma forma que outros animais quando sofrem estresse ou devido a um processo hormonal, mas os seres humanos são os únicos que mudam de cor como uma forma de expressão, que, além disso, é involuntária", disse o pesquisador.

Segundo o especialista, o rubor poderia ser um sinal através do qual tentamos comunicar a outras pessoas que estamos conscientes do impacto de nossas próprias ações, que nos interessa cooperar com os outros e nos preocupamos com a honestidade.
Para De Waal, o rubor continua sendo um grande mistério, principalmente porque é uma expressão que não oferece nenhuma vantagem. Mesmo quando não queremos mostrá-lo, e inclusive quanto mais tentamos controlar, mais ficamos vermelhos.

Quando a pele fica vermelha
Quando ficamos vermelhos, os vasos sanguíneos da pele dilatam e permitem que mais sangue flua para a área que irrigam, o que faz com que o rosto fique avermelhado.
[Humm... Destesto meu blush natural. Mas considerando tudo que expressa, viva o meu rubor ! rs - Tem mesmo a ver comigo.]

Tuesday, April 14, 2009

ANGEL OAK TREE

ANGEL OAK TREE
(Charleston, South Carolina)
Reportedly the oldest thing -- living or man-made -- east of the Rockies, Angel Oak is a live oak tree aged approximately 1,500 years. Some locals simply call it The Tree. It stands in a wooded area along Bohicket Road of John's Island outside Charleston, South Carolina. You won't find a lot of stuff like tee shirt shacks around there, because basically the attraction is a single tree standing in a park.
Angel Oak is a live oak. It is native to the low country and is not very tall but has a wide spread canopy. Lumber from the live oak forests in the sea islands was highly valued for shipbuilding in the eighteenth and nineteenth centuries. Angel Oak stands on part of Abraham Waight's 1717 land grant. Mr. Waight owned several plantations.
The City of Charleston now owns Angel Oak. There is no charge to view the tree and is a must see when visiting Charleston, South Carolina

For tourists who haven't visited Angel Oak, you should know that it is this state's most imposing work of nature, more impressive even than a plate of shrimp and grits. The Tree (one instinctively capitalizes the word when talking about this colossal vegetable) stands in an obscure wooded area of John's Island, some 12 miles beyond the Ashley River. The Tree is huge, and it is ancient. Estimates of its age run as high as 1,400 years.

Towering over 65 feet high, the Angel Oak has shaded John's Island, South Carolina, for over 1400 years, and would have sprouted 1000 years before Columbus' arrival in the New World. Recorded history traces the ownership of the live oak and surrounding land, back to the year 1717 when Abraham Waight received it as part of a small land grant. The tree stayed in the Waight family for four generations, and was part of a Marriage Settlement to Justus Angel and Martha Waight Tucker Angel. In modern times, the Angel Oak has become the focal point of a public park. Today the live oak has a diameter of spread reaching 160 feet, a circumference of nearly 25 feet, and covers 17,100 square feet of ground.

The Angel Oak is thought to be one of the oldest living things east of the Mississippi River. Acorns from the Angel Oak have grown to produce authentic direct-offspring trees.. Live oaks generally grow out and not up, but the Angel Oak has had plenty of time to do both, standing 65 ft high and with a canopy providing 17,000 square feet of shade. Its limbs, the size of tree trunks themselves, are so large and heavy that some of them rest on the ground (some even drop underground for a few feet and then come back up), a feature common to only the very oldest live oaks. It has survived countless hurricanes, floods, earthquakes, and human interference, so there's a good chance it will still be there waiting for you.

In the spring and summer there are numerous artistic events, including the "Evening Under the Angel Oak" series, which feature music, dramatic presentations, and various other activities, especially during the Spoleto Festival in May/June. Keep an eye out for these, as they present an especially rewarding opportunity to visit this majestic figure. Jill Bahr, the choreographer of this particular "Rite," told me she was amazed to find that the entire Charleston Ballet company, 19 dancers, could hide behind the trunk of The Tree.
Angel Oak was damaged severely during Hurricane Hugo but has since recovered and grows on John’s Island near Charleston, South Carolina.

Thursday, April 9, 2009

Another Ani ;)

Ani Di Franco - Shy

Nova Lei anti-fumo em São Paulo

Eu admito: Estou comemorando !
Não é uma questão de comemorar a perda alheia (dos fumantes), mas de comemorar a minha vitória: a paz.
A fumaça vem me incomodando cada vez mais, sem falar nas tantas roupas e bolsas bacanas que voltaram pra casa com furos - é, ninguém fala nisso. Parece fútil... mas será ? É um espaço que é invadido e um bem que é danificado.
Eu sou sim a favor daquilo que é democrático e sei que a lei quase aprisiona os fumantes, ao restringí-los aos espaços abertos. Mas digamos que eu veja a lei como uma resposta ao "abuso de poder", um espaço que eles tinham e do qual abusaram - não todos, há muitos fumantes que exalam uma fumaça quase domesticada e que agem com extrema educação.
E há, claro os exemplos internacionais: as principais cidades desenvolvidas no mundo já adotaram há anos essa conduta e todos saíram sãos e salvos. Há pesquisas ainda, que apontam aumento de frequência e faturamento de bares e restaurantes. Não posso aceitar essa pesquisa como fonte segura ou verdade universal, mas faz sentido, se pensarmos que as pesquisas apontam queda da polulação de fumantes e lembrarmos que muitos dos não-fumantes deixam de sair por conta do desconforto ou alergias que tem com o cigarro.

Apenas acho que a multa deveria ser mais voltada para o indivíduo do que para o estabelecimento.

...É esperar para ver as cenas dos próximos capítulos.

Thursday, April 2, 2009

Marisa Narciso: Atriz


Marisa Narciso
Atriz, Locutora, Dubladora, Apresentadora
PhotoBook: www.fotki.com/marisanarciso
Contato: (11) 9305 9050
marisanarciso@yahoo.com

VIDEOBOOK





AUDIO: Locucao e Dublagem





TRABALHO GRANDEVILLE (Dr. Fobia)



Acompanhe o quadro "Dr. Fobia" no programa Grandeville !



Dr. Fobia - EPISODIO 1




Dr. Fobia - EPISODIO 2



Dr. Fobia - EPISODIO 3



Dr. Fobia - EPISODIO 4



Dr. Fobia - EPISODIO 5


Grandeville - EPISODIO 6 - AO VIVO - Participação

É breribido prober

"Depois de 14 anos, Câmara pode votar projeto de lei que proíbe vender bebida a embriagado"

Há leis que só geram hipocrisia e novos tipos de "criminosos". É o caso do projeto de lei mencionado acima. Mais uma vez sobraria para os sóbrios. Assim como acontece com cigarros, o interessado, mas impedido de comprar, terceirizaria a compra. E o atendente, já tão atarefado em atender bem e respeitar a lei da idade mínima para venda de bebidas alcoolicas, teria agora de também ser especialista em nível de embriaguez ? Com base em quê um atendente deveria finalmente julgar seu cliente embriagado ? Há clientes que mesmo tendo passado a noite entre água e suco, parecem estar de certa forma mais leves ou entorpecidos (Como esta que vos fala. Embriaguez social, talvez.).
Acredito definitivamente que a maioria das leis deste país são criadas para tapar buracos ou esconder a falta de outras ações, o que é muito ruim para todos. O problema está no meio, não no fim.

Wednesday, April 1, 2009

Um profissional sobrevivente ?

Devido à crise econômica mundial a mídia também evidencia notícias de demissões e abusa de artigos sobre RH e manutenção da carreira.

Segundo a Info Money, abaixo seguem características que potencialmente devem salvar um profissional de entrar na lista de corte.

- O funcionário demonstra, ao longo do tempo, seu compromisso com a instituição e com a realização de seu trabalho;

- funcionário procura sempre aprimorar seu desempenho profissional;

- Quando mostra interesse em realizar novos cursos, aprender novas tecnologias;

- Quando contribui para a geração de um ambiente de trabalho harmonioso e desafiador, um ambiente de trabalho criativo e produtivo.

Search This Blog

My Slideshow

Welcome ! [by Marisa]

Mika

Mika

Sweety

Sweety
Tears In Heaven

Videos

Loading...